O ESPÍRITO DA CRUZ .138 – O CIÚME DISFARÇADO DE BOM MOÇO

Se você ama de verdade não tem ciúme, se tem ciúme não ama, você somente quer possuir a pessoa que diz amar. O amor cuida e zela, mas não sente ciúme. Uma pessoa zelosa protege a quem ama, todavia não tenta possuir o objeto do seu amor.

O ciúme é uma marca profunda de insegurança do apaixonado. Ele nasce de um sentimento possessivo de paixão, mas nem sempre morre quando esta se desvanece, pois suas raízes estão mais arraigadas no egoísmo do que no afeto. E como diz Stendhal, “o que torna a dor do ciúme tão aguda é que a vaidade não pode ajudar-nos a suportá-la”.

William Shakespeare dizia que “os ciumentos não precisam de motivo para ter ciúme. São ciumentos porque são. O ciúme é um monstro que a si mesmo se gera e de si mesmo nasce”, mas nasce da falência de si mesmo. O ciumento não é quem gostaria de ser e tem medo de que o outro, por quem nutre ciúme, não o ama como ele é.

Alguém disse que “o ciúme é o germe do ódio na paixão; mata-alentamente, fere-a sempre”. Ninguém pode amar e odiar ao mesmo tempo o mesmo sujeito, mas pode ser apaixonado de tal modo, que a sua paixão inocula raiva no relacionamento.

Há também o ciúme em razão do mérito. Muitas vezes admiramos tanto alguém que vai além da nossa capacidade e isto causa inveja. Como não somos capazes de superar esta pessoa, nas suas qualidades, travamos uma guerra interna de superação e boicotes. Assim, “a inveja fornece a lama que o fracasso atira contra o sucesso.”

O apóstolo Paulo diz algo muito curioso: agora, suplico a Evódia e a Síntique: tendo em vista que estão no Senhor, resolvam seu desentendimento.Filipenses 4:2 (NVT). O que seria isto? Se estão no Senhor, o que levava a este desentendimento?

Estas duas senhoras da igreja em Filipos já haviam trabalhado em concordância com o apóstolo, mas agora estavam em desavença na igreja. A Bíblia não diz o motivo de tal discórdia, mas pode ser o ciúme. Evódia é um nome que significa fragrância agradável, enquanto que Síntique fala de alguém com destino. Muitas vezes o nome na cultura antiga trazia os traços da personalidade. Seria isto, uma disputa de ciúme entre elas?

Não podemos saber. Porém, “o apóstolo usa a palavra implorar duas vezes para mostrar que a exortação é dirigida tanto para uma quanto para a outra. Paulo pede que elas tenham a mesma mente no Senhor”. Os ciúmes são obras da carne e, se estamos na carne, é impossível harmonizar o bom perfume com o destino da vida cristã.

Alguém disse: “o ciúme é a matéria-prima do homicídio.” Nós matamos nossos relacionamentos se nutrirmos sentimento de rivalidade. “Muitas coisas agradáveis passam ao largo da vida quando o ciúme assume o poder.” Agora, veja bem, todo o cuidado é pouco com este tema, pois o ciúme muita vezes vem disfarçado de bom moço… que tal?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s