O ESPÍRITO DA CRUZ .99 – A CULTURA NOTURNA

Os piores insanos são aqueles que são lúcidos de dia, mas confusos e hostis à noite. São normais no claro, todavia, basta o lusco-fusco para se portarem como demônios. Aliás, o escuro é o manto sagrado dos vampiros da reputação. É horroroso ver uma pessoa com cara de anjo iluminada pelo sol virar um capeta, quando as luzes se apagam.

A síndrome do cordeiro de dia e do lobo de noite, do médico e o monstro é mais comum do que se pensa. A questão mais específica aqui é o grau, contudo o fato é sério.

A sombra esconde as piores feras e os maiores ferinos. Satanás se reveste como anjo de luz, embora seja o deus da trevas. Finge ser holofote e o que se vê, é puro negrume. A luz da bomba atômica some pelos efeitos radioativos. Tenho pavor de luz explosiva.

Porém, poucas coisas são mais perversas do que cizânia. A Bíblia diz: Seis coisas o Senhor aborrece, e a sétima a sua alma abomina: Provérbios 6:16 e o que é? Aquele que semeia contendas entre os irmãos. Desavença é uma erva daninha que se cultiva à sombra.

Jesus disse que o joio foi plantado quando os trabalhadores que semearam o trigo dormiam. Isto nos faz ver que o inimigo prefere trabalhar à noite. A escuridão é a cortina tenebroso que o maligno usa para camuflar sua estratégia de degradação, por isso, suas fofocas mais rasteiras são costuradas, sutilmente, em lugares sombrios.

O diabo gosta do barulho, do som estridente pra poder perturbar a mente, mas prefere o sussurro, a fim de conturbar o coração. A tática: na concentração do pensamento, ele ataca com algazarra, na dispersão dos sentimentos, astúcia e linguagem velada.

O fuxico, a futrica, o diz-que-diz acontecem sempre sob as penumbras e com tal sutileza, que dificilmente a vítima percebe. Certa vez, Churchill entrou numa sala dos que tricotavam a seu respeito, mas não percebeu nada de mais quando chegou lá; o que lhe chamou a atenção foi apenas a bajulação que veio de imediato. Mais tarde ele soube que estava sendo frito em fogo brando. A fofoca corria solta, mas comedida e à louvação…

Por falar em chaleirismo, é bom lembrar que essa turma também faz parte dum coral suspeito da ópera negra, que afina no palco e desafina nos bastidores. Por isso, digo com a mesma 30precisão de George Chapman:

bajuladores se parecem com amigos assim como lobos se parecem com cães,” lembrando que lobos sempre preferem caçar à noite.

Lucidez de dia e loucura de noite são descritas como hipocrisia, dando-se mais aparência do que realidade. O discípulo que levou Jesus pro tribunal operava no turno da noite. Satanás entrou em Judas depois que comeu o pão molhado. Este pão embebido fala do ser humano vivaldino. Ele, tendo recebido o bocado, saiu logo. E era noite. João 13:30.

Mendigos, prestem atenção no jeito jeitoso dos lisonjeadores. E, se receberem alguns elogios, recebam com reserva, mas, incensamento, jamais!

Do velho mendigo, GP.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s