espírito da cruz 42 – sabe com quem tá falando?

6a00d83451b67869e201901d85fd4e970b

O pecado propõe nos elevar. A serpente inoculou no gênero humano o veneno da soberba. Adão e Eva, criaturas finitas, foram incitados a serem como Deus e, de lá pra cá, a raça ficou insuportável subindo em jiraus, palanques e altares na busca da distinção. Todos nós sofremos com a síndrome de pódio e gritamos, no íntimo, por visibilidade.

Você sabe quem eu sou? Idade é posto… Eu dei a minha vida por isso e devo o mínimo de atenção. Sou filho de… A minha família foi quem… E, por aí vão os argumentos mais disfarçados para nos colocar na berlinda e mostrar a nossa importância.

Cristo Jesus tem outra postura. Cristo é Deus, mas Jesus vive como homem no nível inferior da escala. Ele nasceu numa família simples e pobre, mas nunca ambicionou ser da casta dos nobres e ricos. Ele era um homem e não um status; um dos membros da Trindade que não se importava de ficar de cócoras lavando os pés sujos de gente altiva.

Sermos feitos como Jesus é o propósito da salvação, vejamos:  Porquanto aos que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. Romanos 8:29.

“Mulas e rochas podem pregar. A nossa via é ser feito como Jesus. É o fim de tudo que fazemos. É o fim da pregação. É o fim da oração. É ser como Jesus.”

Tornar-se como Jesus é uma obra da graça, por meio do Espírito. Não se trata de um esforço humano para alcançar esse modelo, mas o desmanchar do estilo de Adão pela cruz. Se o espírito da cruz não nos desconstruir da mania de altar e dessa síndrome insidiosa de visibilidade pública, ninguém consegue viver a vida de Cristo.

“Bem, eu estudei aqui, estudei ali. Fiz isto e aquilo. – Não quero saber de nada. Você ama? Agora ele continua e diz: Aquele que ama a seu irmão está na luz. Sim aquele que ama o seu irmão não é salvo por causa do seu amor, mas demonstra que já foi salvo pelo poder de Deus manifestando o seu amor ao irmão.” O amor é um selo da salvação.

Ninguém é salvo porque ama, mas ama de fato porque foi salvo. Porém, aqui, não estou falando do “amor” carnal. As pessoas na China, que eu não conheço, são até fáceis de amar. Mas quanto mais perto fico das pessoas, mais difícil é amá-las.

Alguém disse: “É impossível ter um relacionamento adequado na vertical sem o ter na horizontal. Você não pode ter um grande, magnífico, poderoso relacionamento com Deus se as suas relações com as pessoas à sua volta não estiverem certas.” Se não amo ao irmão que vejo, como posso amar a Deus que não vejo? Perguntou João, o apóstolo.

Mendigos, não fomos chamados pelo Pai pra sermos um espetáculo de virtude e dons, mas para demonstrarmos o amor de Cristo derramado no nosso coração através do Espírito Santo que nos foi dado. É só isso, mas isso é tudo.

Do velho mendigo,

Glenio.

4 comentários sobre “espírito da cruz 42 – sabe com quem tá falando?

  1. Graça e paz!! pastor, é isto mesmo, são coisas que o Espírito da Cruz nos mostra afim de que haja um arrependimento e posterior tratamento para nos livrar deste mal.

  2. Como é difícil amado Glênio não Ser e o pior é não querer deixar de Ser.Agradeço a Deus pelos instrumentos que Ele usa para alcançar e salvar os que Ele ama.Estou desconstruindo o meu ser, tirando e arrancando os parasitas e fungos deixado em minha mente e alma por uma vida longa de religiosidade e de um egocentrismo exacerbado pelo achismo de querer ser mais do que realmente somos: lixo, trapo de imundice, como eu gosto de chamar meus amigos vermes e nem sabia do elogio que estava fazendo quando os chamava de vermes.Graça e Paz pastor e se me permite quero lhe chamar de amigo. O Espírito Santo é misterioso e muito poderoso fazer um cearense de Itapipoca amar um piauiense que mora em Londrina. Paz e Graça…

  3. Pastor e irmão Glenio, em Cristo Jesus.
    Tenho sido muito abençoado pelo trabalho de Deus por meio da PIB Londrina.
    Particularmente, tenho um carinho enorme por vc, e quando o conheci na igreja presbiteriana da patriarca em São Paulo, a sensação que tive foi que estava abraçando um paizão.
    Gostaria, oportunamente, de dar o meu testemunho de vida. Sou de SP, mas posso me programar para ir a Londrina, seria um prazer enorme. Forte abraço. Graça e Paz de nosso Senhor Jesus Cristo, Rei dos reis.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s