migalhas para mendigos 7 – a seleção de Deus e a escolha humana

Olá! Vou continuar nesse assunto que tem causado algumas contestações. Sei que é difícil de entender, porém, é bíblico e pertinente. Não podemos fugir dele só porque é árido. Não é o ser humano quem busca a Deus. Agostinho dizia: “Tu nos buscaste quando não te buscávamos; de fato, nos buscaste para que te buscássemos.”

Porém, como já foi dito por Joseph Alleine, um dos homens de Deus do século XVI, “Você está começando de modo errado se discutir primeiro acerca de sua eleição. Prove, de fato, a sua conversão e nunca mais duvide de sua eleição”.

elect-4

O convite diz: O Espírito e a noiva dizem: Vem! Aquele que ouve, diga: Vem! Aquele que tem sede venha, e quem quiser receba de graça a água da vida. Apocalipse 22:17. O outdoor na frente da Casa de Abba diz: entre. Quando você entra, olha para trás e vê no portal, do lado dentro, escrito: eleito desde a fundação do mundo. Mas, só os escolhidos dão crédito ao chamado Divino e entram pela porta que é Cristo.

É fato, muitos são chamados, mas poucos, escolhidos. Mateus 22:14. A pregação é para toda criatura, a escolha da seleção é soberana. “O homem não se converte porque deseja, mas deseja converter-se porque a eleição assim dispôs”, continua Agostinho, e ele vai mais longe: “Deus escolheu-nos não porque cremos, mas para que creiamos”.

Ainda que o escolhido tenha que decidir por essa escolha Divina, a sua decisão não é uma determinação de sua natureza caída. “Deus não nos escolheu pela fé, mas para a fé”, porque o ser humano morto, em delitos e pecados, não tem fé, em si mesmo, e, se a tivesse, tal fé traria mérito para uma salvação que é totalmente pela graça.

Vejam como Arthur C. Custance esclarece isso, com precisão:

“Sempre que há um afastamento em qualquer medida da doutrina da eleição, há também um afastamento do evangelho, pois tal afastamento sempre acarreta a introdução de alguma obrigação da parte do homem em dar uma contribuição para sua própria salvação, contribuição essa que simplesmente ele não consegue prestar.”

Não há nada na raça adâmica que preste e nada que possa contribuir para a sua salvação, senão, os seus pecados.

Se você estiver buscando a Deus, ótimo, mas, saiba, de antemão, que essa busca não é sua. Há um Deus eterno buscando aos Seus, desde a eternidade. Você só poderá buscá-lo porque, antes da criação, você já foi eleito por Ele.

Confira A. W. Pink: “O Espírito Santo faz algo mais em cada um dos eleitos de Deus do que faz nos não-eleitos. Ele opera neles “tanto o querer como o realizar segundo a sua boa vontade”. A decisão dos escolhidos é uma realização ativa da graça plena agindo nos seus corações.

Mendiguinhos, “a salvação não é uma medida precária, mas um alicerce lançado nos céus.”

No amor do Amado,

do velho mendigo do vale estreito, Glenio.

CLIQUE E CURTA A PÁGINA DO AUTOR NO FACEBOOK

Um comentário sobre “migalhas para mendigos 7 – a seleção de Deus e a escolha humana

  1. Olá, Pastor Glênio graça e paz.

    Aprecio muito seus estudos é de grande valia para mim.
    Diga-se de passagem que meu novo nascimento deu-se na última semana de abril desde ano.
    Deus abriu meu entendimento quando lia seus estudos: Evitando a cruz e a Quebra do ego e dia 28/04/14 ouvindo uma pregação do pastor Antônio Abuchaim , sobre novo nascimento, absorvi ali a importância de aceitar a morte de Cristo como minha própria morte, pois quem deveria está morrendo naquela cruz seria eu e não Cristo, visto que, os pecados eram meus, quem havia pecado era eu.
    E Por sua vez Cristo que é Deus verdadeiro, eterno, imortal, puro não deveria está pagando por algo que Ele não devia. Mas por amor a mim, Ele si entregou por mim. Assim creio que aquela morte seria pra mim e não pra Ele. Entendi naquele momento que minha morte na cruz juntamente com Cristo seria inevitável, como falava o Pastor Antônio Abuchaim: “ Tem que morrer na cruz com Cristo e não somente perambular em volta da cruz”.
    E afirmo com certeza que acompanhando seus estudos dia 24/25/26 de abril e ouvindo a pregava de Abuchaim, me foi revelado um conhecimento, um entendimento que eu não conhecia, não sentia, mesmo sendo eu crente há 23 anos e buscando na sinceridade agradar e fazer a vontade de Deus.
    Aceitei a Cristo com 12 anos de idade e professo essa fé sem medo, sem constrangimento , sem vergonha de dizer que Cristo é tudo pra mim. Mesmo quando eu era zoada, apelidada pelos “amigos “ na adolecência, nunca tive vergonha de dizer que era crente, pelo contrário me sentia privilegiada por ter entendido e aceitado o chamado de Cristo.
    Mas hoje minha com Cristo é diferente, há um laço muito forte que nos uni.
    Sinto como se não houvesse o início de um dialogo entre nós, o inicio de uma oração e sim uma continuedade, pois sei que Ele está presente aqui comigo. E tudo que faço, que falo estou entregando nas mãos Dele, confirmando com Ele, e isso nas mínimas coisas. Tal como : vou fazer uma receita de bolo, peço sua ajuda que dê certo a receita, vou ao mercado e peço que Ele oriente no que comprar, me ajude a escolher alimentos saudáveis para minha família, que me livre de gastos desnecessários, entrego meu dia, em suas mãos peço que seja Ele vivendo por mim e não eu. Que eu faça aquilo que Ele faria. Peço salvação pela família e fico tranquilizada , em paz mesmo, pois sei e tenho certeza que todos da minha família serão salvos. Pois creio na passagem que diz “ eu e minha casa, serviremos ao Senhor”.
    Sabe Pastor, até a forma de eu ver as pessoas mudou, pois o pecado dos outros, (mesmo quando são contra mim), não me encomodam mais, e eu não tendo fazer com que as pessoas tenham a minha visão de salvação, de crença. Antes oro por elas e peço que o Senhor as abençoe em todos os sentidos de suas vidas, incluindo a salvação.
    Percebo também que Cristo está renovando todo meu ser, me curando de toda ansiedade, insegurança, de fato sou outra pessoa.
    E vou dizer algo muito importante, de experiência própria; que talvez possa ajudar outras pessoas: “ Que quando falamos de Cristo , e falamos do cuidado , do zelo,do amor, da libertação, da salvação que Cristo dá. Mostrando Cristo como amigo verdadeiro, fiel, aquele que está disposto a carregar teu fardo, que alivia a preocupação e o peso da tuas costas. Falando não apenas de um Deus que vive no céu, mas um Deus que se faz presencialmente no seu dia-a-dia.
    Um Deus que ama e que se importa e que por prêmio ainda te salva eternamente do inferno. E sede a casa Dele pra ser tua casa.
    Quando falamos de Cristo como único que tem pra oferecer, para ofertar essa vida plena. Uma vida de graça, de misericórdia, de perdão, uma vida que corre na contra-mão das ambições que nos cercam; quando falamos Dele, a ansiedade, a insegurança é arrancada, aniquilada da sua vida. Você percebe que não tem mais espaço pra sensações e sentimentos assim dentro de você. Cristo preenche tudo.
    Mas não se expressando com o intuito de ganharmos membros para as igrejas, ou ganhar uma pessoa para sua religião, isso não.
    E agora lendo este último estudo, Migalhas para Mendigos 7, fiquei com algumas interrogações , vou relatar o que entendi, no que eu estiver equivocada me corrija.
    Entendi que a salvação está disponível a todos. Porém as pessoas que se decidem a servir a Deus, aceitando a Cristo, são movidas nesta aceitação pelo Espírito Santo, que convence do pecado, pois o próprio Deus a escolheu para servi-lo.
    A graça salvadora de Cristo está disponível para todos. Porém os que aceitam, é que foram chamados para esta aceitação, através do Espírito Santo que nos convence do mal e do pecado em que vivemos. No entanto a eleição é dada entre este que foram chamados. Então o novo nascimento é a chave da eleição ?
    No Amor de Cristo.
    Rebeca

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s